Lucretin

Consulta com o ginecologista

idade adultaConsulta com o ginecologista

especial para sua fase

Consulta com o ginecologista

Hoje em dia, o ginecologista se tornou o médico comprometido com a saúde da mulher como um todo. Ele passa a fazer parte do universo feminino desde muito cedo, muitas vezes antes da primeira menstruação. Em muitos casos, as meninas são levadas pelas suas próprias mães para uma primeira avaliação. Ou, vão sozinhas, em busca de tirar dúvidas que muitas vezes têm vergonha de perguntar aos pais ou amigas...

Normalmente as visitas ao ginecologista são induzidas quando a mulher passa por algum problema de saúde de origem ginecológica – como os transtornos menstruais, dores na região do baixo abdômen, problemas das mamas ou, claro, quando há suspeita de gravidez.

Porém, mesmo sem queixas ou problemas aparentes, é essencial que toda mulher com vida sexual ativa vá ao médico pelo menos uma vez ao ano para realizar exames ginecológicos de rotina e para as medidas de prevenção.

As consultas anuais rotineiras servem também para rever o planejamento familiar, discutir sobre os diferentes métodos anticoncepcionais na busca da melhor opção, para falar sobre a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e, também, para avaliar a saúde como um todo.

O ginecologista tem a oportunidade de identificar fatores de riscos para a saúde de suas pacientes e empreender as medidas de proteção cabíveis. Pacientes que estão acima do peso ou com níveis aumentados de colesterol sanguíneo podem ser identificadas nessas visitas. Quando algo errado é detectado, o ginecologista é o médico que vai orientar sobre as mudanças de hábitos de vida, hábitos alimentares e quando for necessário, até mesmo na prescrição de medicamentos indicados. Assim, além de cuidar da saúde íntima da mulher, ele ainda ajuda a minimizar o risco futuro de alguns tipos de câncer e doenças cardiovasculares.

Outra preocupação comum referente às consultas é “como devo me higienizar para ir ao ginecologista?”. A utilização de sabonetes ou lenços íntimos, é recomendada para uma higiene íntima adequada. Recomenda-se também evitar relações sexuais na véspera e o uso de duchas intravaginais, que podem prejudicar os exames ginecológicos.

Por fim, a consulta ginecológica deve ser um momento harmonioso e confortável, além de uma ótima oportunidade para sanar dúvidas sobre o corpo e saúde de forma geral. Lembrando que é fundamental acreditar no seu médico e ter uma relação de plena confiança com ele.

Compartilhe esse artigo

Envie para um amigo

Preencha corretamente o formulário.

  • Escolha uma Fase da sua Vida